Pages

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Empresa de energia eólica investe R$ 6 bilhões no RN; Fase de construção vai gerar 900 empregos

 21/06/2021 20h49

Foto: Sandro Meneses

O Rio Grande do Norte, líder nacional em energia eólica em terra com mais de 5 gigawatts de potência instalada, vai receber mais um importante investimento para o estado. Trata-se da AES Brasil, uma das maiores companhias privadas do segmento de geração de energia no Brasil, que apresentou, nesta segunda-feira (21), importante projeto voltado para os municípios de Lajes, Angicos, Pedro Avelino e Fernando Pedroza.

Com investimento inicial de R$ 6 bilhões e previsão de iniciar a construção já no segundo semestre, o Complexo Eólico Cajuína vai gerar 900 postos de trabalho durante a fase construção das obras e, após essa etapa, irá contratar equipes de manutenção e operação para atuarem no complexo. A empresa atua há 20 anos no Brasil com investimentos em energia hídrica, solar e consolida a atuação no Rio Grande do Norte com o investimento em energia eólica.

“Nosso compromisso é levar para o Rio Grande do Norte o Programa de Diversidade e Inclusão da empresa, onde temos um programa de preparação exclusiva de mulheres para as atividades de operacionalização dos parques”, disse a Presidente da AES Brasil, Clarissa Sadock.

Associação Brasileira de Imprensa pede a renúncia imediata de Bolsonaro

 21/06/2021 20h47

Foto: reprodução

Associação Brasileira de Imprensa emitiu uma nota oficial, atribuindo uma série de adjetivos a Jair Bolsonaro e pedindo a renúncia imediata do presidente da República. Leia a íntegra abaixo:

Nota oficial da ABI

Renuncie, presidente!

Descontrolado, perturbado, louco, exaltado, irritadiço, irascível, amalucado, alucinado, desvairado, enlouquecido, tresloucado. Qualquer uma destas expressões poderia ser usada para classificar o comportamento do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, insultando jornalistas da TV Globo e da CNN.

Com seu destempero, Bolsonaro mostrou ter sentido profundamente o golpe representado pelas manifestações do último sábado. Elas desnudaram o crescente isolamento de seu governo.

Que o presidente nunca apreciou uma imprensa livre e crítica, é mais do que sabido. Mas, a cada dia, ele vai subindo o tom perigosamente. Pouco falta para que agrida fisicamente algum jornalista.

Seu comportamento chega a enfraquecer o movimento antimanicomial – movimento progressista e com conteúdo profundamente humanitário. Já há quem se pergunte como um cidadão com tamanho desequilíbrio pode andar por aí pelas ruas.

Mas a situação é ainda mais grave: esse cidadão é presidente de um país com a importância do Brasil.
Diante da rejeição crescente a seu governo, Bolsonaro prepara uma saída autoritária e, mesmo a um ano e meio da eleição, tenta desacreditar o sistema eleitoral. Seu objetivo é acumular forças para a não aceitação de um revés em outubro de 2022.

É preciso que os democratas estejam alertas e mobilizados.

Diante desse quadro, com a autoridade de seus 113 anos de luta pela democracia, a ABI reitera sua posição a favor do impeachment do presidente. E reafirma que, decididamente, ele não tem condições de governar o Brasil.

Outra solução – até melhor, porque mais rápida – seria que ele se retirasse voluntariamente.
Então, renuncie, presidente!

Paulo Jeronimo
Presidente da ABI

UTILIDADE PÚBLICA: Confira quais serviços estão funcionando nas Centrais do Cidadão

 21/06/2021 20h07

FOTO: ASCOM/SEAD

As Centrais do Cidadão do Rio Grande do Norte estão funcionando, atualmente, para serviços do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), responsável pela emissão de Carteiras de Identidade/Registro Geral (RG) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Os atendimentos devem ser realizados mediante agendamento prévio.

A ação faz parte da retomada segura e gradual dos serviços das Centrais do Cidadão, coordenada pela Secretaria de Estado da Administração (Sead), por meio da Coordenadoria de Atendimento ao Servidor e ao Cidadão (Codaci). A reabertura das unidades segue ainda os regramentos dispostos na Portaria Conjunta nº 02 – SEAD/SESAP/ITEP, de 20 de abril de 2021, e Portaria Conjunta nº 03 – SEAD/SESAP/DETRAN, de  28 de maio de 2021, que estabelecem importantes protocolos de segurança sanitária contra a Covid-19.

Confira os endereços e respectivos horários de expediente CLICANDO (AQUI).

Processo seletivo da Emater-RN oferta 125 vagas em níveis médio e superior

 


O Programa Gente do Campo está com inscrições abertas para preenchimento de 125 vagas. São 81 vagas de nível médio e 44 vagas de nível superior. Os selecionados serão contemplados com bolsas de 48 e 24 meses, respectivamente, para os cursos de Tecnólogo em Agroecologia (graduação), e de Especialista em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar – lato sensu. Selecionados farão parte da equipe técnica da Emater-RN. Acesse o edital.

O processo de formação será realizado pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), com o acompanhamento da Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande Do Norte (Funcitern), que também será responsável pelo processo de seleção.

As inscrições já estão abertas e vão até até às 23h59min do próximo sábado 26. Registro é feito exclusivamente no site da Funcitern. Seleção levará em conta análise de currículo e entrevista.

O programa Gente do Campo representa uma proposta de desenvolvimento da nova ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural), em sintonia com a Política Nacional de Ater (PNATER) e com o fortalecimento da agricultura familiar de base agroecológica no Rio Grande do Norte. O programa também compreende um processo de formação formal e vivencial realizado no cotidiano das ações e experiências da Emater-RN, em parceria com a UERN.

“São 250 leitos disponíveis na região metropolitana, entre UTIs e enfermaria”, celebra Álvaro Dias, com queda de taxa de ocupação de pacientes covid em Natal 21/06/2021 11h11

 21/06/2021 11h57

Foto: Reprodução/Instagram

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, destaca em suas redes sociais nesta segunda-feira(21), que a capital potiguar está com uma das menores taxas de ocupação de leitos já registradas.

“São 250 leitos disponíveis na região metropolitana, entre UTIs e enfermaria. Os hospitais de campanha, centros de enfrentamento e o avanço da vacina salvam vidas!”, comemorou.

 

Minuto da Câmara Municipal de Natal (RN)

 


Previsão de Inverno

 


O inverno no hemisfério sul começou na madrugada segunda-feira (21), à 00h32. Para o Rio Grande do Norte (RN), o período é marcado com  a maior ocorrência de chuvas na faixa litorânea e o início do período seco no interior do estado e a diminuição das temperaturas nas regiões serranas. A estação vai até o dia 22 de setembro.

Gilmar Bristot, meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (RN) (Emparn), avalia que a previsão é de que ocorram chuvas abaixo do normal no início da estação (junho) como já vem sendo constatado pelas análises, devendo ocorrer maiores volumes a partir da última semana de junho, seguindo até agosto se houverem mudanças nas condições climáticas do Oceano Atlântico Sul.

“As atuais condições apresentadas pelo Oceano Atlântico Sul não estão favoráveis para uma maior  ocorrência de chuvas no momento devido à intensidade e posição do sistema de Alta Pressão que tem oscilado muito devido ao não estabelecimento ainda do período mais frio no hemisfério Sul, o que tem mantido a condição de vento soprando de sul (vento mais frio e seco).  A expectativa é que as condições de chuva deverão normalizar na última semana de junho, julho e agosto”, completou.

A segunda-feira (21) registra tendência de queda da taxa de ocupação de leitos no RN; menor percentual desde fevereiro

 


A semana começa positiva, e espera-se que continue assim, com a ajuda e consciência da população. Nesta segunda-feira (21), o Rio Grande do Norte (RN) tinha 8 pessoas aguardando por leitos críticos para tratamento de Covid-19 às 7h30. Em resumo, eram registrados 100 leitos disponíveis para o atendimento na rede pública e em leitos privados contratados pelo SUS.

Quanto a taxa de ocupação de leitos, os números também seguiram a tendência de queda e, neste momento, 75,2% das UTIs covid-19 estão ocupadas. Esse é o menor percentual desde 12 de fevereiro deste ano.

Rogério Marinho deve explicar denúncia de deputado que mostrou milhões em máquinas e equipamentos abandonados em município de MG

 Um escândalo que só o ministro do Desenvolvimento Regional, o potiguar Rogério Marinho, pode responder.

Milhões, milhões, milhões e mais milhões do poder público, dinheiro da população, para adquirir máquinas e equipamentos…e esconder?

Não distribuir com estados e municípios por quê?

Tratores, máquinas, caminhões-pipa, cisternas, canos….e muitos outros equipamentos, se acabando ao relento, enquanto estados e municípios estão precisando…

Tudo escondido pela Codevasf – órgão subordinado ao ministério de Rogério – no longínquo e pequeno município de Nova Porteirinha, com pouco mais de 7 mil habitantes, no interior de Minas Gerais…

A dinheirama guardada, certamente para ser distribuída com força no próximo ano, ano de eleições, quando tanto o presidente Bolsonaro quanto o ministro Rogério Marinho serão candidatos, foi mostrada em vídeo pelo deputado mineiro Cleitinho (Cidadania/MG), o quarto mais votado em 2018 com 115.491 votos.

Cleitinho quase foi impedido por funcionários da Codevasf de ter acesso ao “depósito escandaloso”, sob pretexto de que teria que ir ao escritório da Codevasf e conseguir uma autorização para ter acesso…

Como deputado, Cleitinho tem obrigação de fiscalizar o dinheiro público, e as máquinas que, juntando tudo ali, ultrapassam um bilhão de reais, foram compradas com dinheiro…público…

Olhe o escândalo e vamos aguardar o ministro potiguar responder, porque uma nota emitida pela assessoria da Codevasf…não explicou foi nada…

LEIA NOTA QUE NÃO DISSE NADA, QUE FOI EMITIDA PELA CODEVASF

Na nota emitida pela Codevasf, ficou claro que, pela lentidão no processo de entrega, não havia interesse em entregar nada antes de 2022…

Nesse item 3, ficou eviente que poucas máquinas foram entregues…

Nadica de nada para um país do tamanho eo Brasil…

100 tratores…significa o quê, para um país do tamanho do Brasil?

100 tratores entregues em 12 meses, e muitos outros guardados….para o ano eleitoral?

O que são 522 reservatórios de água, meu Deus?

É pouco para o Rio Grande do Norte, imagina para o Brasil…e em 12 meses…

Veja os números da nota…e compare com essas imagens mostradas pelo deputado mineiro, sob protesto dos funcionários da Codevasf…

Agora o que é mais escandaloso: essas máquinas e equipamentos estão escondidos em Nova Porteirinha desde 2019…

Os trabalhadores de todo o Brasil precisando e a Codevasf, órgão ligado ao Ministério de Rogério Marinho, deixando se acabar…

Milhões jogados fora…

Veja a denúncia do mesmo deputado Cleitinho em 2019:

Qual nota emitida à imprensa poderá explicar tanta irresponsabilidade?

Nenhuma, né?

A foto abaixo é só para mostrar que a Codevasf, que comprou aquele mundão de coisas com dinheiro público mas não distribui com estados e municípios, é comandada pelo ministro do Rio Grande do Norte:

Contagem regressiva de Fábio Faria para 500 mil mortes pode repetir em 2022 o efeito Rosalba com o ‘menino pobrezinho’

 O Rio Grande do Norte e suas pérolas…

A jocosa contagem regressiva do ministro Fábio Faria para as 500 mil mortes por covid, neste sábado em sua conta no Twitter, me fez lembrar do episódio recente da política potiguar, e que tirou do cenário a representação da última oligarquia em curso no Rio Grande do Norte. (As outras já tinham ido).

Uma declaração da então prefeita de Mossoró e candidata à reeleição para o 5º mandato, Rosalba Ciarlini, tão jocosa quanto, mudou o rumo do processo eleitoral no segundo maior município do estado.

Foi durante um debate na televisão que, ao ser lembrada pelo deputado-candidato, sobre denúncias de desvio de milhões em sua gestão como governadora, que Rosalba afirmou que se tivesse aqueles 16 milhões apontados pela denúncia feita contra ele pelo Ministério Público Federal, daria para o deputado-candidato Allyson Bezerra, já que ele era “tão pobrezinho”.

Rosalba pisou no calo de Allyson, àquela altura já estudado, concursado, eleito deputado e bem de vida, mas com origem marcada por muita pobreza.

Pisou no calo também de mais da metade do eleitorado, financeiramente falando, muito mais identificado com Allyson do que com Rosalba ou qualquer personagem da oligarquia Rosado que ainda compunha o quadro político do estado depois da saída de Alves e Maia do centro do poder.

O resultado todo mundo viu.

A declaração jocosa e infeliz tirou Rosalba do cenário, e o “menino pobrezinho” hoje governa Mossoró com popularidade acima de 70% como mostram pesquisas.

A contagem regressiva de Fábio Faria para as 500 mil mortes no Brasil (como quem vibra com uma taça de champagne na mão contando de 10 a 1 na virada do ano), e atacando políticos (oi?), artistas (oi?) e jornalistas, pode ter sido a pá de cal no sonho de Fábio voltar a botar seu nome numa urna, seja ela eletrônica ou atrasada como quer Fábio e a turma da qual hoje ele faz parte.

Fábio pisou no calo de milhões de pessoas em uma tuitada de poucos caracteres.

Agrediu mortos, familiares e amigos.

Agrediu as milhares de vítimas do vírus que seguem internadas e intubadas, e seus familiares e amigos cheios de esperança.

Agrediu profissionais de saúde que tentam salvar um número cada vez maior de infectados pelo vírus negado.

Agrediu artistas…

Pessoas do meio que ele tentou integrar, articulando namoros famosos que os levou às muitas capas de revistas como Caras, Contigo, Ti-ti-ti…

Fábio agrediu a maioria da população brasileira.

E pode ter repetido Rosalba.

No cenário nacional, mais uma pá de cal no sonho que é só dele e de mais ninguém – nem de Carluxo – de ser o vice de Bolsonaro na campanha para reeleição do presidente.

No cenário potiguar, o sonho que é quase só dele também, de ser senador da República.

A contagem regressiva para 500 mil mortes, feita por Fábio Faria, pode se transformar, repetindo o efeito Rosalba, na contagem regressiva para uma derrota dele, caso tenha coragem de sair candidato a uma vaga no céu, como é chamado o Senado.

Vai ser fácil para um candidato de oposição a Fábio e ao governo Bolsonaro, brigar contra o candidato que pouco se lixa para a morte e a dor das pessoas.

Por Thaisa Galvão